Pranto

“Mais uma noite se aproximando E ela indo dormir aos prantos: Que amor é esse? Repleto de infelicidade Ele continua se mantendo. Firme e forte seguia a morena Seus cabelos longos iam pra lá e pra cá Num ritmo musical bem melancólico Essa era a vida dela,  melancolia pura, Indecisão e confusão.                   — ah, morena, se cuida .” Alice Bachiega. Anúncios Continuar lendo Pranto