0

você é o único que eu quero que me queira.

Leia ouvindo esse cover de Jason Derulo- Want to want me

“Oi, como cê tá? Acho que bem, afinal, você sumiu… Como sempre faz, e só aparece quando quer, quando precisa. Bom, tudo bem quanto à isso. Não me fere mais, mas quero que saiba que eu ainda penso muito em você e você é o único que eu realmente quero que me ame, que me queira porque eu acredito que você vai aparecer — lindo, como sempre– e me dizer que sente o mesmo.

Ilusão? Talvez. Mas é que você me deixa assim, louca. Sim, louca. Louca porque só de imaginar seu sorriso eu me sinto melhor. Eu faria qualquer coisa para acordar ao seu lado todos os dias e poder ver esse sorriso ao amanhecer. Ele é único, assim como você, sabia?!

Você me traz paz e sem ti, eu viro caos. Não consigo dormir porque fico pensando em nós. Um ‘nós’ que não chegou a existir, mas que eu adoraria dar vida à ele. Um ‘nós’ de pura alegria, confusão e amor. Amor não é tudo, você já me disse isso, mas , como amor, as coisas se tornam possíveis…

Eca, tô melosa demais, diabetes mandou um ‘alô’. Foco! Continuando… Você prestou atenção quando eu disse QUE NÃO CONSIGO DORMIR? Pois é, para eu ficar sem sono, perceba, a situação é grave. Mas por você eu não ligo, vale a pena. Caso dê errado, dou uma ligada pro meu analista, ele pode resolver, eu espero.

Mas não quero pensar no erro, meu bem. Por você eu arrisco tudo e vamos viver. Viver juntos. Tô precisando dessa aventura com você. Lembra que Los Hermanos sempre nos descreveu em “pra nós dois sair de casa já é se aventurar” ? E eu berrava essa parte como se fosse eu quem a escreveu pra ti?

Você sempre me achou meio louca, mas curtia isso. Nossa maluquice se completava e a gente sempre transbordava risos sem fim. Vem, vamos inventar uma nova história, uma nova aventura, um novo amor, que seja. Só vem! Porque você é o único que eu quero que me queira. Vem, mexe comigo, aquieta meu coração. Vem se ajeitar na minha bagunça. Vem e transforma ‘eu’ e ‘você’ em ‘nós’. Vem e fica.”

Alice dos S. Bachiega.

Anúncios
0

Carta pro meu amor.

“Nós fomos feitos um para o outro e isso é fato. Nosso início foi meio conturbado, lembra? Se não lembrar, tudo bem. É até melhor,  não precisamos lembrar das coisas ruins e tristes se podemos viver cheios de coisas boas e alegres.

Nosso amor ilumina quem passa por nós. Nós somos iluminados juntos. Sozinhos éramos apenas faíscas. Juntos temos o mundo em nossas mãos e mais um pouco. Você me faz transbordar mas sem desperdícios.

Contigo sei aproveitar as coisas boas da vida, que, antes, sozinha nada fazia sentido. Engraçado como algumas pessoas conseguem mudar nossa realidade apenas permanecendo ao nosso lado, né ?

Quando estamos juntos, o mundo fica mais colorido e animado. Se fossemos famosos, viveriam atrás de nós para tirar fotos, fariam até estátuas nossas para celebrar nosso amor, sabe porquê? Porque isso é contagiante. Nosso amor é contagiante.

Contagiante até em dias preguiçosos como hoje. Nosso amor é único e pode até ser um pouco clichê quando passamos o dia todo deitados na minha cama vendo filmes. Mesmo sendo clichê, é único para nós. Outros casais tentam ser assim, mas nós fazemos tudo do nosso jeito e por isso, é contagiante. Até mesmo nas coisas simples, nós trazemos alegria pra quem está perto de nós.

Antigamente sentiam inveja da nossa felicidade, mas perceberam que nós só vivemos nosso amor como se fosse nosso último dia de vida e por fim, viram que podem ser felizes assim também, já sabe porquê, né ? Exato, porque isso é contagiante até pra quem não via alegria na própria vida.

Eu te amo e isso basta. Você me ama e isso basta. Fim, o resto nós ajeitamos da melhor maneira possível para nós. Como sempre dizem, quem quer vai atrás e eu fui atrás de você e, para nossa felicidade, te encontrei na metade do caminho, porque você também tinha ido atrás de mim.”

Alice Bachiega

0

preciso de ti.

” Eu preciso da tua ajuda – mais do que nunca – hoje . As coisas têm ficado cada vez mais difíceis e eu sei que ninguém tem culpa nisso, mas dói e dói muito. Cada vez que eu penso nisso é como se eu machucasse a mim mesma. Eu queria muito saber viver sem precisar de ti, mas a verdade é que eu preciso e preciso muito. Preciso de ti porque sou fraca e pequena demais pra viver nesse mundo sozinha, sem a tua companhia.

Me abrace e me envolva em teus braços. Porque, só assim, estarei sã e salva desse mundo cruel. Não há como sobreviver sozinha quando tudo conspira contra, não há como lutar sozinha e vencer. Vencer as maldades feitas por pessoas que não tem culpa, eu sei que não pois agem sem pensar. Sei que devo tentar ignorar mas não tem como. Certas coisas não há nem formas de tentar pois tudo só piora com as tentativas. Sabe porquê? Porque eu crio expectativas e como dizem : “a esperança é a última que morre” , sim , é a última que morre mas também é que mais sofre. É a que mais sente dor porque sofre sempre dez vezes mais que todas as outras que morrem pelo caminho.

Quero que seja meu amigo, meu amor, meu tudo. Porque, só assim, serei feliz novamente. Não tem como ser feliz se sempre que ao acordar lembro-me que não te tenho mais. Lembro-me que nem falo com você e pior, lembro-me que preciso de ti, que preciso da tua ajuda. Preciso muito mais da tua confiança novamente. Melhores amigos por convivência e enamorados por acaso : quero isso novamente para ser feliz.

Sou carente de ti e por isso estou aqui pedindo-te uma ajuda. Não sei que ajuda seria essa. Porque eu acredito que só de estar comigo, essa minha necessidade de ti estaria sanada. Sinto falta da tua companhia e essa ausente é o que tem me matado aos poucos cada dia mais .

Tudo isso tem me tornado mais insegura que o normal e eu ando tão perdida que acredito que há como me achar sozinha, sem ti ao meu lado perco meu rumo e me deparo em situações que jamais imaginei passar. Me descubra, me encontre porque só assim eu me mantenho firme porque só de pensar em ficar mais um segundo sem ti, me desmorono toda. Me aqueça nesse inverno e respire comigo a felicidade que podemos dividir juntos. Vem, preciso de ti e não dá pra esperar nem um segundo mesmo.”

Alice Bachiega