Nota
0

Menina, menina…

Tão linda , mas inocente que mal sabia o que enfrentaria pela vida. Dores inacabáveis, feridas da vida dura que levava. Mas ela tinha algo diferente de todas as outras meninas de sua idade . Apesar do que passava, ela sabia sorrir para o mundo. Acordava cedo , mas sempre contente , acreditava que seu dia poderia ser diferente .
Menina, menina … Tão linda e tão esperançosa que as vezes até se aborrecia , só por uns minutos. Pois depois , lá estava , na inocência de que mudaria sua vida de repente.
Menina, menina… Tão linda mas tão sofrida.

 

 

Alice Bachiega

Nota
0

“Até parece que uma dorzinha qualquer feita por um romance desastroso durará para sempre. Claro que não, mas enquanto não sara, a gente chora, a gente fica pensando “no que pode ter dado errado, a gente fica se culpando por não ter dado certo e por fim, a gente esquece de viver e simplesmente seguir em frente. Mesmo que demore , uma hora a gente tem que cair na real . Outras desilusoēs amorosas virão, portanto, a gente deve pensar sempre que é “normal” com todos. Normal não, mas sei lá, deu para entender o que eu quis dizer. E quando a tristeza bater e geral te obrigar a ficar bem e blah blah blah, feche os olhos e ignore tudo ao seu redor, porque nessas horas só você poderá te ajudar. Pressão demais acaba é atrapalhando, isso sim. Se não está bem , ok, nem todos os dias ficamos totalmente bem mesmo, mas não deixe que isso te atrapalhe em outras situações. É só , porque tudo isso passa , uma hora ou outra. ”

Alice Bachiega

Nota
0

Pra ela , falador passa mal . Por isso nunca ligava para o que diziam ou pensavam. A vida era dela , ela que arcaria com todas as consequências .

Ela não tinha medo do futuro , pensava que o que tiver que ser , será , o que tiver que vir , virá . Então , dane-se se ela agiria errado ou não , o futuro já está escrito .

Ela não tinha medo de errar, porque sabia que aprenderia muito com seu erro , e mesmo que não aprendesse , saberia que teria muita risada pra dar depois que passasse tudo.

Ela só queria ser ela mesma , será que era muito difícil para os outros aceitar isso ?